Fais attencion a ce tu danses

Novembro 22, 2014

Em processo, dia de gráfica.

Novembro 21, 2014

Illustration Friday – SLOW

Novembro 21, 2014

Joe Satriani – Slow Down Blues

http://illustrationfriday.com/

Keep on Movin’ – quando os desenhos dançam

Novembro 18, 2014

Trilha: Keep on Movin’ – Soul II Soul


Ink – Lisbon Tatoos

Novembro 18, 2014

Uma tatoo shop é um lugar onde o retratado ficará parado por tempo suficiente para um desenho.

Ink – Lisbon Tatoos – Livro da ilustradora Marta Teives com desenhos de locação feitos justamente nestes locais.

http://teives.com/ink/ink-lisbon-tattoos

Diários de Viagem 2 – Livro – LINK

Novembro 18, 2014

Lançamento do livro “Diários de Viagem 2. Desenhadores-Viajantes” no dia 22 de novembro às 18 horas no Museu Bordalo Pinheiro em Lisboa.

—————————

Já que infelizmente não vai dar para estar em Lisboa este fim de semana (cof!) só me resta acompanhar os posts diários que Eduardo Salavisa tem feito sobre cada um dos desenhadores que participaram do trabalho.

Um deleite, um deleite….

::Pitadas::

Novembro 17, 2014

Os sonhos do sono da manhã são os melhores. Hoje tentava atravessar a avenida de muitas pistas.

—————

Tesoura na franja. Ficou ruim, mas eu gostei.

—————

Duas folhas de couve perdidas na geladeira olhando pra minha cara: farofa de couve e alho!

—————

Gosto de ler nomes de barco.

—————

Sou aquela que reconta sempre as mesmas histórias.

—————

Eis que fui incumbida a fazer paçoquita caseira. Só digo isso: coisa do demo. E olha que nem ligo para amendoim.

141114

Novembro 14, 2014

Na outra ocasião, há muitos anos, era fim de tarde e também chovia. Lembro que a dor era tanta que fiz uma das pinturas mais tristes da minha vida enquanto a água descia sem dó lá fora. Nos dias que se seguiram dei forma e continuidade ao Caderno Lento.

Hoje foi diferente… A vida se encarregou de amaciar as coisas.

(Caderno sem nome)

Van Gogh mandou lembranças

Novembro 14, 2014

P&B

Novembro 14, 2014

Caderno 35

Novembro 14, 2014

Fais attencion à ce que tu danses

Novembro 12, 2014

Daqueles dias em que as coisas que simplesmente têm que ser feitas nos engolem. E o trabalho não rende (mesmo com o briefing redondinho): projeto idealizado, sim,  mas ainda na mente. Precisando de tempo, rabiscos amplos (na verdade aquecer em uma aula de balé contemporâneo não seria mau; testar movimentos, soltar braços.e corpo antes de encostar o lápis no papel).

MEMORABILIA – Amador Perez

Novembro 11, 2014

Visita guiada com o próprio domingo passado. Que saudades de suas aulas inesquecíveis na faculdade, da fala que flui, das histórias em cadência contando cada sentimento escondido por trás daqueles traços tão marcantes. Poderia facilmente ficar mais 3 horas ali ouvindo, sorvendo imagens.

De um encantamento sem fim.

—————————

—————————

E um pedacinho da expo, como de praxe, foi parar nas minhas páginas. Sim, volta e meia eu pego trabalho dos outros e guardo/roubo pra mim.

111114

Novembro 11, 2014

Quando as referências e arestas se encontram no mesmo lugar. Daquelas bobagens que só meus olhos enxergam. Acho curioso.

(Elocubrações do Caderno Leila I)

Fim de Noite (de Angelo Rodrigues) – LINK

Novembro 10, 2014

Para ver o sketchbook completo:

Fim de Noite, Angelo Rodrigues

Livro Vermelho, uma das páginas que mais gosto, pitadas caetânicas

Novembro 7, 2014

“Como encadernação vistosa

Feita para iletrados, a mulher se enfeita

Mas ela é um livro místico e somente
A alguns a que tal graça se consente
É dado lê-la”

(Elegia – Caetano Veloso)

(Quem Lê Quem? – Livro Vermelho – 2004)

—————————

Ouvindo Caetanos antigos e lembrando do amigo que tocava uma versão debochada de Cajuína ao violão cantando performaticamente com uma rosa na boca fazendo falso sotaque francês. Era ótimo!

Minha incompetência musical nunca permitiu que eu encarasse de frente as cifras do Songbook do Almir Chediak.

Não quero medir a altura do tombo…

Novembro 5, 2014

Pequena memória ilustrada dos pés pequenos. Caderno Leila I.

Acasos felizes – Layla Zoe

Novembro 4, 2014

Mirando no que vi, acertando no que não vi, caçando mais uma versão de Hoochie Coochie “Woman” (que ouvi primeiro com a Etta James, foda – já que coleciono a original), achei esta moça, cantora canadense de voz rasgada, Layla Zoe. Uma mistura de Joss Stone com Janis Joplin. Blueseira da melhor qualidade!!! Ouvindo o álbum inteiro sem dó. Sensacional!

——————

Layla Zoe – Hoochie Coochie Woman

——————

——————

——————

Não, Astolfo nunca dará esta receita

Novembro 4, 2014

As panquecas que giram no ar. Superfície lunar para a gente comer com mel.

031114

Novembro 4, 2014

8 ou 80.
Do estado sólido para o gasoso.
Os contrastes, sempre eles.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.